30 de out de 2009

Resposta a um e-mail de um amigo sobre Harry Potter - o filme (comentário anacrônico)

Meu amigo em um e-mail:
"E me conte, voce viu o Harry Potter em 3D? (...) O pessoal reclamou foi da falta de magicas operadas pelo proprio Potter: Dumbledore deixou-o ali escondidinho e meus amigos pensaram que, no fim, ele fosse aparecer, fazer, acontecer, e ainda por cima salvar o velhinho. Fora que o Principe do nao-sei-o-que tinha se revelado uma pessoa melhor em filmes anteriores, e que essa virada/revelacao de agora nao foi muito plausivel... Seilá"


Minha resposta:



Pois é: não assisti a Harry 3D. Confesso que nem sabia que tinha essa possibilidade. Quanto aos comentários, digamos que... danem-se os pottermaníacos e os que assim se acham. O filme é bom como filme. Até onde me lembro (minhas leituras dos livros não demoravam mais do que quatro dias e eu as fazia assim que os livros eram lançados – em inglês, claro – então você imagina o quanto de detalhes eu conseguiria lembrar agora, passado tanto tempo), não vi nada que não me parecesse estar no livro de alguma forma. Os conflitos são morais, mesmo – Harry questiona-se o tempo inteiro sobre a validade da consideração/carinho que Dumbledore tem por ele, há uma dubiedade constante em relação às “verdades” que ele só supõe saber. Essa é a verdadeira batalha de Harry. E, no filme, acho que foi defendida com louvor. Eu ouvi críticas à “acessorização” de Ron e Hermione na película, mas creio que isso é um pouco o que eles fazem, mesmo. E eles também têm seu próprio drama moral particular, que está ligada à relação de amor entre os dois que tarda a se resolver e que os consome – como em geral os amores adolescentes fazem: consomem e demoram (quando chegam ) a se consumar. Passei do ponto da simploriedade de “o-livro-é-melhor-que-filme”. O filme é o filme, o livro é o livro. A cada um o que cada um tem de valor. E o filme tem bastante. Fico com isso e com issou dou-me por dito (rs).



Um comentário:

  1. Pois é,também não...
    Uma coisa é certa imaginação é sempre melhor
    do que qualquer coisa...
    beijos

    ResponderExcluir