21 de mai de 2009

Samba do Blogueiro Doido

Um pouco impressionante essa história de página pessoal (ainda tenho birra com a palavra 'blog'). Um amigo, namorado de uma amiga minha, se animou - diz ela que por causa da minha - e fez uma, de conteúdo político e de alta octanagem. Agora recebo a contribuição de uma pessoa do trabalho que resolveu mostrar sua verve poética. Segue aqui o texto:

Sambinha
Por Ana Flávia

to me mandando pra tua banda
que no meu bando nao me vejo mais
to me metendo no seu mundo louco
porque o meu tempo
já ficou pra trás

vou indo embora pro teu aconchego
porque aqui
quanto mais se aquece
estremece mais

a lua anda meio cabisbaixa
no meio do povo
que não me deixa em paz

é um tal da chuva escorrer pra cima
é um tal do vento não deixar sinais
que eu vou vivendo
meio com medo
de você me esquecer
e não voltar jamais
20/05/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário