28 de abr de 2009

Enfim, a coragem

Bem, está feito. Lá, no 'Andarilho do Vento', se encontram todos os textos que escrevi e guardei entre a década de 80 e a de 90. Relendo, dei risada de algumas coisas, outras me emocionaram, não pela qualidade, mas pela sinceridade do tom confessional. Mas, no geral, é de um dramalhão de terceira. Tem alguns poeminhas bons, mas o que prevalece é um derramamento exagerado. OK, OK, estou julgando, o que disse a mim mesmo que não faria. Mas tem alguém perfeito nesse mundo?? Duvido!

Estou contente de ter feito isso. Não creio que eu venha a atualizar aquela página mais. Talvez algumas fotos, imagens, só para dar um pouco de equilíbrio naquele monte de letra junta. Acho que o caminho, agora, está aqui, nesta página. Algo como um novo ponto de partida. Se, eventualmente, eu voltar a tentar poemas, colocarei lá o que surgir. Porém penso que o terreno mais seguro está aqui, uma vez que da apresentação me isentei de responsabilidades mais sérias, até mesmo a de atualizar as páginas.

Os próximos passos ainda não sei. Vamos assim dando tempo ao tempo, deixando que o fluxo se faça naturalmente.

O bom, agora, é ir dormir, porque amanhã, que já é hoje, será um dia longo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário